ForeverMissed
Este memorial foi criado em memória de Aloysio Dias. Que a sua recordação dure para sempre.
Este tributo foi publicado por Monica F. Dias em 6 de maio de 2021

Já se passaram 01 ano e 04 meses ,e a saudade continua.
É uma saudade que o tempo não cura. Eu guardei minha dor em um lugarzinho restrito,só meu,e quando essa dor torna insuportável, é pra esse lugarzinho que vou, porque é o lugar mais seguro que encontrei, é dentro de mim ,quando me recolho em dia restrito, porque tem choro interno,e lágrimas que encharcam a alma Aí depois de uma tempestade de dor,e um turbilhão de sentimentos eu saio pra fora e sigo novamente como se nada tivesse acontendo dentro de mim, e isso não se trata de uma guerra interna.

É  tempo demais pra quem sente na pele o desgosto de ter que se conformar em olhar uma fotografia e não ter o direito de abraçar e beijar ouvir o timbre de voz, as risadas que viraram silêncio, a certeza que jamais vai ouvir.
Resumindo: amo-o. Faz-me muita falta.


Este tributo foi publicado por Monica F. Dias em 6 de maio de 2021
A ociosidade é a mãe de todos os vicios.

Deixar um Tributo

 
Últimos Tributos
Este tributo foi publicado por Monica F. Dias em 6 de maio de 2021

Já se passaram 01 ano e 04 meses ,e a saudade continua.
É uma saudade que o tempo não cura. Eu guardei minha dor em um lugarzinho restrito,só meu,e quando essa dor torna insuportável, é pra esse lugarzinho que vou, porque é o lugar mais seguro que encontrei, é dentro de mim ,quando me recolho em dia restrito, porque tem choro interno,e lágrimas que encharcam a alma Aí depois de uma tempestade de dor,e um turbilhão de sentimentos eu saio pra fora e sigo novamente como se nada tivesse acontendo dentro de mim, e isso não se trata de uma guerra interna.

É  tempo demais pra quem sente na pele o desgosto de ter que se conformar em olhar uma fotografia e não ter o direito de abraçar e beijar ouvir o timbre de voz, as risadas que viraram silêncio, a certeza que jamais vai ouvir.
Resumindo: amo-o. Faz-me muita falta.


Este tributo foi publicado por Monica F. Dias em 6 de maio de 2021
A ociosidade é a mãe de todos os vicios.
Histórias recentes