ForeverMissed
Antonio, Tonho, Vicente, Zoreia, SDdePaula, Glick, Shrek, Toinho do Agreste, Gaúcho, Baiucho, Baiano, Ursão e outros tantos apelidos... Todos para descrever a pessoa maravilhosa, com suas várias personalidades, que passava sua presença forte e marcante por onde estivesse, com seu coração imenso.

Que a sua recordação dure para sempre, convidamos vocês a partilharem suas memórias, fotos, vídeos e áudios para que juntos criemos um memorial de lembranças afetivas do nosso querido Antonio.
Este tributo foi publicado por Josue De Campos firmino em 26 de maio de 2021
A Deus toda honra e glória. Fique em
Paz irmão . Só deixou coisas boas e saudades. HUMANO
Este tributo foi publicado por Roberval Mostardeiro de P... em 25 de maio de 2021
Estávamos todos os filhos reunidos no apartamento da Mãe em Camobi... deveria ser 1995... almoçamos todos e ficamos a conversar daquele jeito que ele e a mãe gostavam... dali a pouco - coisa de 30 minutos, levantei-me e disse: "vou ao banheiro".
O Vicente, sempre muito espirituoso e bem humorado, perguntou com aquele sorriso brincalhão: "mas... já???"
Este tributo foi publicado por Lee Mpaula em 24 de maio de 2021
Ele tinha por volta de 5 anos de idade, enquanto subia uma escada no pátio da nossa casa na Floriano Peixoto, olhou para o céu e viu a lua minguante e disse: "acho que a lua tá quebrada".

Deixar um Tributo

 
Últimos Tributos
Este tributo foi publicado por Josue De Campos firmino em 26 de maio de 2021
A Deus toda honra e glória. Fique em
Paz irmão . Só deixou coisas boas e saudades. HUMANO
Este tributo foi publicado por Roberval Mostardeiro de P... em 25 de maio de 2021
Estávamos todos os filhos reunidos no apartamento da Mãe em Camobi... deveria ser 1995... almoçamos todos e ficamos a conversar daquele jeito que ele e a mãe gostavam... dali a pouco - coisa de 30 minutos, levantei-me e disse: "vou ao banheiro".
O Vicente, sempre muito espirituoso e bem humorado, perguntou com aquele sorriso brincalhão: "mas... já???"
Este tributo foi publicado por Lee Mpaula em 24 de maio de 2021
Ele tinha por volta de 5 anos de idade, enquanto subia uma escada no pátio da nossa casa na Floriano Peixoto, olhou para o céu e viu a lua minguante e disse: "acho que a lua tá quebrada".
Percurso

CAPÍTULO 1 - FILHO

Antonio, o mais novo de todos, a raspa do tacho da Dona Antonia e do Seu Otácio e Mano espoleta da Lirdenia, Gilson e Roberval.
Mostardeiro pelo lado da Mãe e de Paula pelo lado do pai.

CAPÍTULO 2 - MARIDO

Antonio, o marido da Izabel. Izabel, a esposa do Antonio. Duas almas que foram unidas por toda eternidade, nesta e em outras vidas. <3

CAPÍTULO 3 - PAI

Antonio, o pai da Manoela. Aquele Paizão que esteve presente em todos os momentos.
Histórias recentes

BORA PLANTAR

Partilhado por Izabel Belflorestal em 28 de maio de 2021
Recriar a natureza... Esse foi o desafio que vivemos em 01 ano no Projeto Bora Plantar em Cavalcante GO, na Chapada dos Veadeiros, no Recanto Arco-íris. Mas foi muito além, foi transformar o interior do ser humano de todos que participaram desta criação, foi dar vida a convivência, a felicidade, a alegria de viver, o retorno as origens da natureza de cada um. Foi aprendizado e despertar. E assim, está ai esse resultado. Como diz ele: "MARAVILHOSO".

Freia, açulera... é nóis!

Partilhado por Manoela Ceron de Paula em 25 de maio de 2021
Uma marcha runner e uma forma de alumínio vira uma kombi para a imaginação..

O Tio Vicente

Partilhado por Maíra Lucena em 25 de maio de 2021
Um dia resolvi que queria ser batizada, e como já era uma criança crescida, 7 anos, pude escolher meus padrinhos. Escolhi meus dois tios Antônios, o Tio Toninho e a noiva, e o Tio Antônio Vicente e a Izabel, ou como chamava naquele tempo, o Tio Vicente e a Bel.
Lembro lá da casa do vô Tácio no Pinhal, dos churrascos nos finais de semana que ficavam sempre mais animados quando o tio estava lá, contando piadas, levando os amigos da faculdade junto, jogando o 7 maluco, era uma festa!
Eu adorava aquela função e queria estar sempre perto pra escutar as piadas, eu devia ser aquela criança pentelha que ficava ao redor sem dar folga ! E lembro que às vezes ele me chamava e dizia brincando "vem cá que eu vou te dar uns cascudos" e eu fugia, louca de vontade que me pegasse para dar aqueles cascudos de brincadeira.
O tempo e a distância física nos afastaram...
Mas quero relembrar esse tempo do nosso passado, para prestar minha homenagem póstuma ao meu Tio Antônio Vicente, ou melhor, o Tio Vicente.
Vai em paz, que tu sejas acolhido na Luz de Deus e que tuas memórias permaneçam vivas no coração daqueles que te amam.
Da tua sobrinha e afilhada, Maíra ❤️