ForeverMissed
Como vivemos tempos nunca antes vividos, e por isso termos que nos adaptar às novas tecnologias, a família deixa este Livro de Condolências Virtual/Online, onde pode deixar uma última Homenagem sem precisar de sair de casa, que é uma atitude que por mais difícil que seja, é a mais acertada no dias de hoje. 
O Funeral realiza-se  dia 23 de Março de 2021, na Igreja de Mira Sintra para o cemitério de Rio de Mouro. 
A cerimónia terá inicio pelas 15:00 Horas na referida Igreja, saindo o seu funeral pelas 15:30 Horas para o mencionado cemitério, onde a cremação se realiza pelas 16:00 Horas.
Este tributo foi publicado por Wanda Quental em 22 de março de 2021
Primo o que posso dizer sobre ti resume se : um ser humano alegre, honesto, sincero, amigo do seu amigo, excelente Pai sempre orgulhoso dos seus filhos e sobretudo de uma enorme humildade. Foste o primeiro dos primos a partir. Vou lembrar te sempre com a tua boa disposição e alegria. Um grande abraço e um até breve pois tenho a certeza que nos vamos a voltar a encontrar.
Este tributo foi publicado por Mouna Bach em 22 de março de 2021
Estiveste lá a maior parte da minha vida. Uma presença maior, na tua atitude, na tua música. Pai de uma família feliz e unida.
Uma tristeza enorme ver o teu sofrimento. Uma tristeza ver-te partir. Deixas um legado de amor e sentido de família. Dois filhos homens, de carácter. Uma mulher que foi parte do meu crescimento, exemplo de força e resiliência.
Um bem haja, descansa em paz Fernando. ♥️
Este tributo foi publicado por Jessica Gonçalves em 22 de março de 2021
Muitas gargalhadas, muitos sorrisos, muita festa, muita animação, muita música são as boas recordações que tenho de ti. Muitas saudades dos bons tempos!
Beijinhos no coração à toda a família, estamos todos juntos ❤
Este tributo foi publicado por Carlos Pereira de Castro em 22 de março de 2021
A toda a familia sentidas condolências, os apaixonados da música africana ficam mais pobres
Este tributo foi publicado por Alexandre Castanhas em 21 de março de 2021
Que privilégio ter-te conhecido. Que honra ter cantado, acompanhado pelos teus acordes da tua guitarra que contigo faziam um só. Que descanses em paz, Nando Quental. A Música e os teus familiares e amigos ficam hoje mais pobres.
Este tributo foi publicado por Conceicao Nioca em 21 de março de 2021
Até um dia meu querido amigo.
Não a palavras suficientes para descrever o que tu e a tua família representam na minha vida. É com imensa dor receber a notícia que hoje brilhará no Céu mais uma nova estrelinha,por isso olharei pro céu e tenho a certeza que irei ver uma estrela mais brilhante que as outras, então saberei que serás tu.
Não é um Adeus, é um até breve.
Condolências a toda a família
Fligh High my dear Friend ❤️
Este tributo foi publicado por Fabio Abreu em 21 de março de 2021
☁️☁️☁️☁️☁️☁️ Descanse em paz meu cota... o ceu ficou mais rico com uma aura que de certeza vai brilhar como a grande pessoa que foi durante a sua passagem por esta terra! rest in paradise e até um dia☁️☁️☁️☁️☁️☁️
Este tributo foi publicado por Leonel Rodrigues em 21 de março de 2021
Descanse em paz Sr. Fernando Quental, foi um prazer conhecê-lo e ter o privilégio de privar consigo, com a sua esposa e seus filhos, espero um dia nós possamos encontrar e voltar a ver o seu sorriso e boa disposição. Até sempre
Este tributo foi publicado por Carla Cruz em 21 de março de 2021
Paz à tua alma.
Excelente cantor.
Um amigo do meu pai e da familia.
Eterno descanso
Este tributo foi publicado por Celia Neves em 21 de março de 2021
Adeus Fernando que a tua alma descanse em paz obrigado por nos deixares tantas recordações bonitas nunca te esquecerei meu amigo
Este tributo foi publicado por Jasmim Real em 21 de março de 2021
"Aqueles que passam por nós,
não vão sós,
não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si,
levam um pouco de nós"
Antoine de Saint-Exupéry

Deixar um Tributo

 
Últimos Tributos
Este tributo foi publicado por Wanda Quental em 22 de março de 2021
Primo o que posso dizer sobre ti resume se : um ser humano alegre, honesto, sincero, amigo do seu amigo, excelente Pai sempre orgulhoso dos seus filhos e sobretudo de uma enorme humildade. Foste o primeiro dos primos a partir. Vou lembrar te sempre com a tua boa disposição e alegria. Um grande abraço e um até breve pois tenho a certeza que nos vamos a voltar a encontrar.
Este tributo foi publicado por Mouna Bach em 22 de março de 2021
Estiveste lá a maior parte da minha vida. Uma presença maior, na tua atitude, na tua música. Pai de uma família feliz e unida.
Uma tristeza enorme ver o teu sofrimento. Uma tristeza ver-te partir. Deixas um legado de amor e sentido de família. Dois filhos homens, de carácter. Uma mulher que foi parte do meu crescimento, exemplo de força e resiliência.
Um bem haja, descansa em paz Fernando. ♥️
Este tributo foi publicado por Jessica Gonçalves em 22 de março de 2021
Muitas gargalhadas, muitos sorrisos, muita festa, muita animação, muita música são as boas recordações que tenho de ti. Muitas saudades dos bons tempos!
Beijinhos no coração à toda a família, estamos todos juntos ❤
Percurso

Carreira

O músico intérprete dos grandes sucessos como “Quando eu fui a Benguela”, “Kandengue” e “Som da Banda” morreu neste domingo, vitima de doença (Cancro no Pâncreas), em Lisboa, soube o Platina Line de fonte familiar.

Fernando Quental, de 40 anos de carreira, mais conhecido artisticamente por Nando Kental, nasceu no Cunene, porém foi no Lubango onde começou a sua carreira musical e fez parte do seu primeiro agrupamento musical “Shallon”, na igreja da Laje, onde era o baterista.

Em 1976, depois da independência de Angola, saiu com os seus pais para África do Sul, e depois mudou-se para Portugal.

Em terras lusas, Kental formou com os primos o grupo “Kizomba” em 1979, nome inspirado num grupo que já existia em Ondjiva.

Com muito sucesso, os “África Tentação” iniciam uma série de actuações em festas, colectividades e no Coliseu dos Recreios.

Em Portugal, é convidado pelo Eduardo Paim, para tocar guitarra no lançamento do álbum “Kapuete Kamundanda” do músico Paulo Flores.

Nando Kental também fez parte do grupo “Kanawa”. Em 1991, regrava o tema “Quando Fui a Benguela” com Eduardo Paim, que resulta numa nova sonoridade “Kizomba”. Em 1992, é convidado a participar no projecto “Sem Kigila Também” de Ruca Van-Dunem, no qual interpreta os temas “Kandengue” e “Som da Banda”, com muito sucesso.

Em 1999, grava o primeiro álbum a solo “Kassula Iami”, com Tino MC, Betinho Feijó e Maninho Teixeira.

Em 2001, é convidado pelo Dj Dias Rodrigues para participar no projecto Pikante Vol.1, onde interpreta a canção “Leviana”. Mais tarde, em 2006, grava no Pikante Vol.2, a música “Processos da Banda”, um dueto com Eduardo Paim.

Em 2015, Nando Kental é convidado a participar no espectáculo Show do mês de Eduardo Paim, em Luanda.

Histórias recentes