In Memorium
RESIDENTE: Alqueidão, Olalhas, Tomar
VELÓRIO: Capela do Alqueidão quarta-feira ao final da tarde.
FUNERAL: Quinta-feira dia 20 de outubro 2022.
IGREJA: Olalhas ás 15 horas.

Saida da Capela pelas 14,15h.

Esta Página de Homenagem foi criada para preservar a memória de Manuel do Rosário Antunes. Deixe as suas condolências, partilhe um episódio gratificante ou publique a sua homenagem. 
Este tributo foi publicado por Helena Antunes Fo em 24 de outubro de 2022
A morte não é nada

“A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.

Me deem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?

Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho…

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.”
Oração de Santo Agostinho

Até um dia... Sr. Manuel


Este tributo foi publicado por Agência Funerária do Z... em 19 de outubro de 2022
Aqueles que passam por nós não vão sós.
não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si,
levam um pouco de nós.

Antoine de Saint-Exupéry

Deixar um Tributo

 
Últimos Tributos
Este tributo foi publicado por Helena Antunes Fo em 24 de outubro de 2022
A morte não é nada

“A morte não é nada.
Eu somente passei
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês,
eu continuarei sendo.

Me deem o nome
que vocês sempre me deram,
falem comigo
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo
no mundo das criaturas,
eu estou vivendo
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene
ou triste, continuem a rir
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi,
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo
o que ela sempre significou,
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora
de suas vistas?

Eu não estou longe,
apenas estou
do outro lado do Caminho…

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.”
Oração de Santo Agostinho

Até um dia... Sr. Manuel


Este tributo foi publicado por Agência Funerária do Z... em 19 de outubro de 2022
Aqueles que passam por nós não vão sós.
não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si,
levam um pouco de nós.

Antoine de Saint-Exupéry
Histórias recentes