ForeverMissed
Aqueles que passam por nós não vão sós.
Deixam um pouco de si,
levam um pouco de nós.

Antoine de Saint-Exupéry



Sentidas condolências à família.

Este tributo foi publicado por António Lopes em 5 de abril de 2021
Olá Mãe , sou eu.
Sei que me está a ouvir ,e, também sei que está em Paz.

Obrigado minha Mãe pela vida que me deu.

Até logo Mãe, muitos beijinhos do seu Tó.
Este tributo foi publicado por Adalgisa Casimiro em 2 de abril de 2021
Olá ....... Soubemos do falecimento da mãe da Fernanda. Lamentamos profundamente a dor que devem estar a sentir neste momento. É sempre difícil ver partir um ente querido, ainda mais o ser que nos deu a vida. Lembrem-se que aqueles que amamos nunca partem de dentro de nós. Pensem que ainda que já não esteja entre nós, a D. Maria continuará presente através de vocês das vossas memórias, do vosso amor e das vossas saudades. Que a D. Maria descanse em paz. Muita força e coragem neste momento de dor para vocês e para toda a família. Se precisarem de alguma coisa é só dizerem. Beijinhos, Susana, Gisa, Pedro, Irene, Augusto, Tiago e João
Este tributo foi publicado por Maria Amélia Maia em 1 de abril de 2021
Recordo-me com nitidez de D. Maria e essa recordação remonta aos idos de 2016. Foi no dia do aniversário do neto, então meu aluno de guitarra clássica, festejado com um almoço no restaurante «A Ponte» em Arroios. Acabado o repasto e apagadas as velas do bolo festivo, saímos todos para dar um pequeno passeio nas redondezas e, caminhando eu mergulhado nos meus pensamentos, ela aproximou-se de mim, sem que eu haja dado por nada, e começou a falar comigo, perguntando-me como eu passava e o que fazia naquela altura. Respondi e, como é natural, fiz-lhe igual pergunta. Aí pelas cercanias do Jardim Constantino, onde fomos todos, sem que eu estivesse à espera, parou de repente e, olhando-me muito séria, atirou com aquela sinceridade própria das pessoas feitas de uma só peça: «estou muito contente por o Guilherme estar a aprender música, e consigo.» Fiquei surpreendido pelo seu gosto que o neto cultivasse a arte musical e penhorado pela confiança em mim depositada.

Contributo de João Borges de Azevedo

E, ainda

O Sebastião Borges de Azevedo deixa um grande abraço para o Tó e outro para toda a família.
Este tributo foi publicado por Hugo Bandeira em 1 de abril de 2021
Recordo a simpatia com que sempre me tratou bem como o amor e orgulho incondicional que a D. Maria tinha pelos filhos.

Descanse em paz, na certeza que o seu legado está bem entregue aos seus filhos e ao seu neto.

Hugo, Yuki e Mafalda
Este tributo foi publicado por Cecilia Goncalves em 1 de abril de 2021
Madrinha,

Os 51 anos da tua amizade e carinho foram muito importantes na minha vida. Estaras sempre no meu coracao.
Vai-me trazer muita dor quando visitar Segura... ...
Obrigada minha querida por tudo o que fizeste para o Raul e por mim e que Deus Nosso Senhor te de um Eterno Descanso.❤




Este tributo foi publicado por Ana Goncalves de la Arada em 1 de abril de 2021
Dearest Tia,
It grieves me so much to know that when I return to visit Portugal I will not see you again. I always felt at home in the company of your warm smile, your big hugs and beautiful heart. You will be forever missed and will always have a special place in my heart.
Rest In Peace Tia.
With all my love...always. - Ana ❤️
Este tributo foi publicado por Deb Ligia em 31 de março de 2021
Dearest Tia
Our hearts are breaking knowing that we will not see you again when we return to Portugal. You always welcomed us back with open arms and we felt your beautiful love often.
You are and will always be our wonderful caring Tia.
We miss you.
Rest in peace dear Tia.
Until we meet again,
With all our Love, Deby, Joshua, Sally e Craig.
Este tributo foi publicado por Sílvia Ramos em 31 de março de 2021
D. Maria, descanse em paz.
Ficará para sempre as recordações das suas gargalhadas, a sua boa disposição.
As minhas primeiras férias em Lisboa, e você a pedir-me para eu contar anedotas... dizia em tom de brincadeira que eu devia ser sua nora, e ria sinda mais quando eu lhe perguntava o que tinha que fazer para o ser.
Sei que onde está continuará a olhar pelos seus.
Descanso eterno á sua alma.
Este tributo foi publicado por Ana Maia em 31 de março de 2021
Sra. D. Maria,
Descanse em paz junto de Deus.
Vasco, Tinica, Maria e Tomás Castro e Maia.
Este tributo foi publicado por Maria Amália Rego em 31 de março de 2021
Partiu para o assento etéreo, a nossa querida amiga D. Maria, incansável alegre e fiel companheira de tantas viagens que ao longo de uma vida fizemos.
Quantas recordações ficaram de uma vida cheia mas quantas ficaram ainda por viver... Em todas, a D. Maria ficará para sempre recordada no meu coração.
Este tributo foi publicado por Guilherme Lopes em 31 de março de 2021
Avó agora que a tua dor já passou descansa em paz.
Um beijinho de saudade do teu neto.
Até sempre.
Este tributo foi publicado por Manuel Rego em 31 de março de 2021
Chamava-se D.Maria,
Podia chamar-se flor;
À vida dava alegria,
Da noite fazia dia
Em tudo aspergia amor!
Este tributo foi publicado por Antonio Pedro Rego em 31 de março de 2021
Que recordemos da D. Maria nas nossas orações e corações como uma pessoa amiga e feliz e sempre muito alegre nas nossas vidas.
Este tributo foi publicado por Maria Do Loreto Maia em 31 de março de 2021
Protegia os filhos como uma Leoa, saindo sempre em sua defesa. Lutava pela união da família acima de tudo. Partiu, com os seus unidos na dor. Paz à sua alma!
Este tributo foi publicado por Maria Amélia Maia em 31 de março de 2021
Lembro-do seu orgulho de mãe. É a memória mais viva que tenho da D. Maria.
Os filhos eram o seu mundo, a sua força motora e, era na sua companhia que a víamos verdadeiramente feliz.
É assim que dela me recordo, a sorrir junto dos seus. E foi assim que partiu, acarinhada pela familia, até ao último suspiro.
Que descanse em paz!
Este tributo foi publicado por Ana Carvalho em 31 de março de 2021
Na vida as quatro estações estão sempre presentes. Que este inverno se transforme numa grande primavera, com muita luz, harmonia e abraços ternos e prolongados. Contem sempre com a amizade do conforto e dos reencontros.

Deixar um Tributo

 
Últimos Tributos
Este tributo foi publicado por António Lopes em 5 de abril de 2021
Olá Mãe , sou eu.
Sei que me está a ouvir ,e, também sei que está em Paz.

Obrigado minha Mãe pela vida que me deu.

Até logo Mãe, muitos beijinhos do seu Tó.
Este tributo foi publicado por Adalgisa Casimiro em 2 de abril de 2021
Olá ....... Soubemos do falecimento da mãe da Fernanda. Lamentamos profundamente a dor que devem estar a sentir neste momento. É sempre difícil ver partir um ente querido, ainda mais o ser que nos deu a vida. Lembrem-se que aqueles que amamos nunca partem de dentro de nós. Pensem que ainda que já não esteja entre nós, a D. Maria continuará presente através de vocês das vossas memórias, do vosso amor e das vossas saudades. Que a D. Maria descanse em paz. Muita força e coragem neste momento de dor para vocês e para toda a família. Se precisarem de alguma coisa é só dizerem. Beijinhos, Susana, Gisa, Pedro, Irene, Augusto, Tiago e João
Este tributo foi publicado por Maria Amélia Maia em 1 de abril de 2021
Recordo-me com nitidez de D. Maria e essa recordação remonta aos idos de 2016. Foi no dia do aniversário do neto, então meu aluno de guitarra clássica, festejado com um almoço no restaurante «A Ponte» em Arroios. Acabado o repasto e apagadas as velas do bolo festivo, saímos todos para dar um pequeno passeio nas redondezas e, caminhando eu mergulhado nos meus pensamentos, ela aproximou-se de mim, sem que eu haja dado por nada, e começou a falar comigo, perguntando-me como eu passava e o que fazia naquela altura. Respondi e, como é natural, fiz-lhe igual pergunta. Aí pelas cercanias do Jardim Constantino, onde fomos todos, sem que eu estivesse à espera, parou de repente e, olhando-me muito séria, atirou com aquela sinceridade própria das pessoas feitas de uma só peça: «estou muito contente por o Guilherme estar a aprender música, e consigo.» Fiquei surpreendido pelo seu gosto que o neto cultivasse a arte musical e penhorado pela confiança em mim depositada.

Contributo de João Borges de Azevedo

E, ainda

O Sebastião Borges de Azevedo deixa um grande abraço para o Tó e outro para toda a família.
Histórias recentes

Ferias na casa da minha tia

Partilhado por Fernando Sobreiro em 31 de março de 2021
Chegar a casa depois da brincadeira, era tomar o banho da ordem.  Claro a primeira vez, saio da banheira e molho a casa de banho toda ( pensava eu que estava na casa da minha mãe que me dava só um alerta para fazer diferente amanha), a minha tia meteu logo aqui o menino na ordem. Nunca mais saí da banheira sem estar devidamente enxuto...
Claro que tinha de ser tudo certinho...
Grande tia, ensinou-me muitas coisas que ainda hoje as recordo.
Adoro-te tia, até um dia...