In Memorium
Este memorial foi criado em memória de ZECA - José Alfredo Pizarro Júnior, 64 anos de idade, nascido em 21 de Maio de 1959, que nos deixou em 5 de janeiro de 2024.
Que a sua recordação dure para sempre.



Em Luanda, o mês de Maio brinda-nos por norma, no passado mais do que actualmente, com a redução de temperaturas, principalmente no período da tarde. É o nosso tímido Outono, o início da estação do ano mais fria.

E foi numa amena tarde de Maio de 1959, mais precisamente no dia 21, que a Dona Elisa Batalha pôde dar ao seu esposo, Senhor José Alfredo Pizarro, a notícia que, muito o agradou. Acabava de trazer ao mundo, o seu filho varão. 

Com indisfarçável orgulho atribuiu-lhe o seu próprio nome; nasceu José Alfredo Pizarro, necessariamente Júnior.

Zeca, o menino do Prenda, bairro de que muito se orgulhava de ter como local de nascimento e de vivências múltiplas, na sua infância e adolescência.

Como todas as normais crianças, cresceu, granjeou simpatia e admiração de todos. Alimentou sonhos e fez-se homem.

Estudou e trabalhou.

Mas, o mais ambicioso dos seus sonhos acabou por não ter sido realizado nas suas opções iniciais de emprego. Persistia a vontade de concretizá-lo e foi o seu espírito impetuoso, o foco e abnegação, que o levaram a dedicar esforço e inteligência para se fazer piloto. E não apenas um piloto, mas o protagonista de uma carreira virtuosa, bem-sucedida, recheada de inúmeros contornos. Momentos felizes e vicissitudes. 

Os cursos de formação, básica e os complementares de desenvolvimento da carreira, a integração nas Forças Armadas, a sua actuação nessa condição, o termo do serviço militar e de novo a formação, a adaptação contínua, na linha de evolução, levaram-no à progressão no tipo de aeronaves e qualificações, que fizeram de si o respeitado Comandante Pizarro.

Este longo percurso é recheado de eventos que eram narrados por si como histórias que prendiam a atenção que quem pôde ouvi-las. Ouvir e voltar a ouvir, sem se fartar ou perder interesse, pela sua capacidade de narrar de modo a provocar momentos hilariantes. O estilo que comédia de que se revestiam tinha esse efeito. Ele era o narrador e o primeiro a rir-se, contagiando todos à sua volta.


==================================


ELOGIO FÚNEBRE
ZECA PIZARRO
11 DE JANEIRO DE 2024
Reclama-se, muitas vezes, que as homenagens devem ser feitas em vida, e é justo que assim se pense.
Se tivermos de ser pragmáticos, se quisermos saber sempre o porquê das coisas, teremos de tentar entender para quem falamos, quando em ocasiões como esta se reúnem muitas pessoas para ouvir um elogio fúnebre.
Acabamos por concluir que não é consensual que se saiba para quem se fala. Acabamos divididos, entre os que concluem que se fala para o ente querido que perdemos e os que hão de entender que falamos para os presentes, a respeito do homenageado.
Cientes disso, neste texto que integra alguns contributos, pretende-se assumir a responsabilidade de tentar conciliar as diferentes opiniões e convicções.
Falar para os presentes, para os que acreditam numa forma de estar depois da morte, que estão convictos de que o Zeca nos escuta, por isso a ele nos dirigimos, mas também se dirige a mensagem com a preocupação de deixar todos os presentes, elucidados ou apenas recordados, de quem foi o nosso Zeca; o seu percurso e o seu legado.
Que bom seria que cada um de nós, tendo tido oportunidade para isso, tivesse dito ao próprio, tudo o que temos ouvido dizer, todos os tributos, todos os elogios. Ouvir falar da dor que alguém pensava que iria sentir quando um dia o perdesse.
Grande teria sido o regozijo do nosso homenageado ao perceber estas manifestações de carinho e apreço.
Teria sido justa a homenagem em vida!
Lembremo-nos disso para que cada vez mais se façam as sinceras homenagens e os elogios, aos vivos. Que se exprimam os afectos no quotidiano. Os justos e sinceros, para que apenas sejam para os merecedores.
Mas nós aqui, não temos dúvidas de que o Zeca era um exemplo de quem com verdade, com justiça, é referido como boa pessoa.
Boa pessoa é quem tem bom carácter e grande personalidade - o Zeca era um homem honesto, respeitador, compreensivo, condescendente, generoso, optimista e feliz
Boa pessoa é quem é solidário - o Zeca estava sempre disposto a ajudar os outros, mesmo que isso significasse fazer um sacrifício pessoal
Boa pessoa é quem é justo - o Zeca tentava sempre entender o ponto de vista dos outros
Boa pessoa é quem transmite alegria - o Zeca era uma pessoa que gostava de conviver e de estar bem com as pessoas que amava
Boa pessoa é quem defende a pátria - o Zeca envergou a farda e cumpriu missões, muitas e muito arriscadas
Boa pessoa é quem trabalha e contribui para o desenvolvimento da sociedade – o Zeca foi um quadro. Profissional competente e empreendedor
A boa pessoa merece confiança e deposita a sua confiança nos outros, sem ingenuidade, claro.
Em boa verdade, a boa pessoa sabe que o é. Há qualidades intrínsecas, mas as manifestações são conscientes. Quem faz o bem pode, eventualmente, não ter a noção do bem que faz na sua real dimensão, do benefício directo ou indirecto, que causa ao outro, mas os seus actos, as suas ações, são conscientes. A ideia é ajudar. É o altruísmo.
Em relação ao Zeca, quem está aqui sabe disso.
Alegre, carinhoso, divertido, impetuoso e desinibido, foi um filho amado pelos seus pais, amado pelos seus irmãos, amado pela esposa e filhos, amado pelos seus primos e outros familiares, mas também pelos amigos, que fez ao longo da vida, e em grande medida a todos retribuiu. Recentemente chegaram os netos, a quem vai ser requerido um grande esforço de memória para o recordarem no futuro.
Sempre foi um estudante aplicado, com um latente interesse pela aviação. Desde cedo, sonhava em ser piloto.
E fez-se piloto! Fez o curso e iniciou a sua carreira profissional. Foi um piloto dedicado e competente, com uma carreira brilhante. Chegou a comandante, cargo que ocupou com grande responsabilidade e profissionalismo.
Reformou-se da sua principal profissão, mas não se desligou dos aviões, da aviação, a sua paixão. Continuou a dar o seu contributo como consultor de segurança de aeronáutica.
O Comandante partiu, para sempre, num voo sem regresso, deixando um enorme vazio nos nossos corações. Perdemos um amigo leal e fiel que fará muita falta a todos nós.
Recordaremos sempre o seu sorriso, a sua alegria de viver e o seu amor pela vida.
Perdemos as anedotas, as histórias, as gargalhadas, as danças, as alcunhas para todos.
Descansa em paz!


Este tributo foi publicado por Elisabette Pizarro em 25 de fevereiro de 2024
Oi Zeca meu irmao,
Q vazio deixaste no meio de nós...
Ainda nao acredito.!!!!
Sabes aqueles sonhos, q nao queremos acordar, q nao queremos despertar para a realidade da vida??
Ê esse sonho q ate hj me martiriza!
Eu queria tanto despertar desse sonho e acordar... Tu a chegares desse teu voo para a eternidade e dizeres: " Cheguei familia, estou aqui...Nao chorem...Estou aqui para vos proteger sempre!!!
Ai Zeca, eu queria tanto que fosse um sonho, q nao fosse realidade...
Zeca meu irmao, caminha na velocidade q sempre tiveste...
Continua a ser o grande mestre q sempre foste .Continua a ser esse grande mestre aì no reino do Céu infinito...!
Eu escrevi-te :" Deus dá as batalhas mais dificeis aos seus melhores soldados,... E tu ês um guerreiro"
....Continua a batalhar meu irmao, nosso mestre!!!
Continua a caminhar cm os Anjos da Guarda ao teu redor!!!
" BRILHA AÍ NO CÊU"♥️
Este tributo foi publicado por Paty R em 11 de janeiro de 2024
Ó primo Zequita

"Minha primaaaa,... dá cá um abraço que nunca mais te vi. Há quanto tempo?... isso não pode ser prima, temos q conviver mais por que o nosso maior tesouro são a família e os bons amigos". E nas sentadas lá estavas tu de sorriso rasgado a saudar e fazer festas para todos; a animar o salão com as tuas passadas; a contar estórias hilariantes numa boa cavaqueira. Eras sempre alegre e boa companhia.

E agora primo? Agora... adormeceste para o sono eterno: bazaste e não mais teremos a tua alegria contagiante nos nossos convívios. Para além de tristes e pesarosos, ficamos também mais pobres porque uma parte do nosso tesouro se foi para sempre. 

'Obrigada!' pelo alegre convívio e pelas lembranças que nos deixaste. Agora tristemente te digo adeus quando te levam para a tua última morada. Ao jardim do Éden chegaste, que Deus te ampare e conforte na vida eterna.

Descansa em paz primo Zequita.

Este tributo foi publicado por José Henriques em 10 de janeiro de 2024
A 5/01/24,uma parte de mim partiu para a eternidade,um exemplo de pessoa e um Kamba Fiel.Dói saber que não mais ouviremos as tuas piadas e risada contagiante.Mas a Amizade vai permanecer nas lembranças e nos nossos corações
Que Deus dê conforto,paz,força e consolo à família enlutada.
Até sempre Kamba irmão.
Zeca Mucubal.
Este tributo foi publicado por Roger Swart em 10 de janeiro de 2024
Para conseguirmos a amizade de uma pessoa digna é preciso desenvolvermos em nós mesmos as qualidades que naquela admiramos sendo esta uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro
proporcionando aos verdadeiros amigos; risadas mais altas, conversas mais gostosas e a vida mais feliz.

A felicidade de te ter tido como amigo enriqueceu- me deveras.

Eternamente grato pela tua sincera amizade Kamba Zeca.

Roger Swart
Este tributo foi publicado por Roger Swart em 10 de janeiro de 2024
Primo Zeca!
Como é difícil dizer adeus!
A tua memória permanecerá viva nos nossos corações.
Lena Vilhena
Este tributo foi publicado por Paulo Gouveia em 10 de janeiro de 2024
Comandante Zeca Pizarro, pessoa extrovertida, sempre bem disposta e de trato fácil, quis o destino que fizesses um "take off" sem aviso prévio e "cabinet crew". Embora prematuro e por mais que nos custe, iremos respeitar.

Que nesta viagem, tenhas o aconchego profissional e que no Leito do Senhor faças um "landing" tranquilo e pacífico.

Descansa em Paz e que Deus conforte os nossos corações.

Em meu nome (Puto Kwenha, como carinhosamente me tratavas) e dos demais familiares, desejo-te Boa Viagem Cdte Zeca Pizarro.
Este tributo foi publicado por Carlos Fernandes em 9 de janeiro de 2024
Hoje me despeço de um grande amigo, e um grande companheiro. A dor é inevitável. Estou de rastos, o meu coração está em pedaços...
Foste-te meu bom amigo, mas prometo que em mim contarás vivo e sorrindo!

Meus sentimentos de pesar à toda família neste momento.
Adeus, Zeca Pizarro
Carlos Tolstoi Fernandes
Este tributo foi publicado por Filomena Catela do Vale em 9 de janeiro de 2024
Zeca,
Em Abril quando nos encontramos em casa dos teus pais, em Massamá, jamais poderíamos pensar que, seria a ultima vez! Falamos do Prenda e do nosso Bairro Azul. Que surpresa Zeca...
Neste momento não encontro palavras para expressar os meus sentimentos de dor e tristeza pela tua perda. Apenas dizer que as pessoas que admiramos e de quem gostamos, nunca serão esquecidas enquanto vivermos.
De ti, irei guardar a tua cortesia, delicadeza, sorriso alegre e muita animação (muita quizomba e salsa no pé)
Deixas um vazio muito grande a tua familia, em particular aos teus pais, logo agora que eles mais precisam de ti...
Ao Mauro e Edna, a Paula, a Filó, a Bety e ao Yuri. Enfim a toda familia, que encontrem forças, conforto, paz e Amor nos próximos dias.
Meu amigo Zequitolas, que Deus te receba de braços abertos, entre os esplendores da Luz Perpétua.
Descansa em Paz.
Este tributo foi publicado por Ludgero Garcia em 9 de janeiro de 2024
A vida às vezes nos traz situações muito difíceis de compreender e digerir. É assim que me sinto sobre a tua partida colega e
amigo, JOSÉ ALFREDO PIZARRO JÚNIOR (ZECA). Ja mais esquecerei os momentos que passamos nos nossos voos Fokker 27/50, Boeing 727, Airbus A319, são tantas as memórias que não consigo descrever, enfim... Naquele dia 5 de Janeiro depois de chegar do meu voo tenho a triste notícia que já não estás entre nós , apenas posso agradecer-te por teres sido um colega e amigo 5 estrelas, aprendi muito contigo profissionalmente e levarei os ensinamentos para toda a minha vida.
Tudo que eu poderia aqui escrever não iria caber na grandeza de pessoa que foste... Descansa em paz e vá com Deus, querido amigo
Este tributo foi publicado por Litó Ferreira em 9 de janeiro de 2024
Zeca Pizarro, meu amigo e da minha família, tio e padrinho da nossa Lwena e esposo da tia Paula S. É indescritível a sensação de profunda tristeza que invadiu as nossas vidas pela tua partida permatura. Quase sempre achamos que somos imortais e deixamos para depois o que devemos dizer e fazer enquanto estamos juntos, obrigado pelo ombro amigo num dos momentos mais difíceis e conturbados da minha vida. Bem haja comandante, eterno descanso e que Deus possa confortar os nossos corações.
Este tributo foi publicado por Yara Santos em 9 de janeiro de 2024

Tio Zeca,
Pessoa de trato fácil, sorriso expontâneo, alegre e sempre bem disposto. De ti, querido tio, ficam as memórias dos bons momentos, da forma como bem recebias a todos, as gargalhadas, e da tua generosidade.
Com certeza sentiremos a tua falta, e vamos nos lembrar de ti com carinho e gratidão
Que Deus conforte o coração de toda a família, e dos amigos queridos que sofrem com a tua perdida
Um até já, porque acredito que um dia nos vamos encontrar num lugar melhor 
Este tributo foi publicado por Cláudio Faria em 8 de janeiro de 2024
Kota Zeca,
Tantas memórias boas, momentos marcantes no nosso Bairro Azul, Cajueiro, Mussuladas, sempre com aquela disposição contagiante, grandas passadas, e o sorriso radiante, com as tuas dicas “hasta la vista”, “ o brinde com a mão no coração”, as nossas conversas sobre aviação...
Partiste muito cedo kota, não esperávamos por esta, lembraremos sempre de ti com muito carinho, obrigado por tudo .
Descansa em paz Comandante.
Este tributo foi publicado por ana freire em 8 de janeiro de 2024
Pizarro , então vais pra Lisboa ,dizes pra contar contigo no próximo almoço TSL e é assimmmm
DJ Palanca e os outros membros estão muito tristes
Que a tua alma descanse em paz.
A passagem neste plano foi rápida mas o suficiente pra deixares boas lembranças.
Até 1 dia✈️
Este tributo foi publicado por Palmira Manuel em 8 de janeiro de 2024
É uma dor muito forte causada por um adeus repentino. Nunca esperamos que fosses partir tão cedo Cdt Pizarro (pra nos o piriquito da sorte) receber a noticia do teu falecimento foi um choque combateste um bom combate quem teve o prazer de estar ao teu lado sabe quanto eras um homem forte cheio de energia e de vontade de viver foram tantos anos de trabalho em voos altos pela Ásia América Europa África com muito bom humor gargalhadas, estigas o Homem dos apelidos ninguem passava sem o nome dado por ti .
Homem da dicas todas como me tratavas Palmeira a chaparia pode estar armafanhada mais o motor é um rolly roice, vocês não colaboram tantas gargalhada companheiro do ginásio em todos os pontos.
Lembrarei de ti sempre com boas memorias
Você deixará muitas saudades por todas as pessoas que conquistou e seu exemplo de vida jamais será esquecido va em paz até um dia que Deus te cubra com o seu manto sagrado
Descanse na Luz do senhor !
Este tributo foi publicado por NEUSA SILVA em 8 de janeiro de 2024
Adeus nosso Comandante, nosso chefe querido , nosso colega, nosso amigo, nosso Kota. RIP
Este tributo foi publicado por Ana Pereira em 8 de janeiro de 2024
Sem muito para dizer... vai em paz Zeca...
Este tributo foi publicado por Ana Leonida Araujo Teixei... em 8 de janeiro de 2024
Meu Comandante, meu Chefe do Paralelo 13, meu amigo Zeca.

Vou lembrar-me de ti como uma pessoa muito alegre , o amigo com quem se podia contar, uma das poucas pessoas que contava histórias com um humor único e sempre a gozar connosco .

O Mussulo nunca mais será o mesmo sem ti.

Infelizmente disseste mesmo “ adeus mundo cruel “ e deixaste-nos à todos órfãos.

Até sempre nosso Chefe do Paralelo.

A tua amiga Leónida “ Brejnev”
Este tributo foi publicado por João Carlos Dinis em 8 de janeiro de 2024
O meu adeus a um amigo, colega e companheiro de recruta nas FAPLAS, FAPA/DAA no Ambriz.
José Alfredo Pizarro Júnior, o Zeca Pizarro, ou para aqueles poucos como eu que assim o podiam chamar, o nosso “ Piriquito Da Sorte”. Nunca estamos preparados para o fim, mesmo sabendo que ele chegará um dia.
O último adeus é sempre e será tão difícil, na despedida de um amigo querido. Tu sempre lutaste pela vida Zeca, dia a dia resististe como podes-te, fazendo de cada tentativa um suspiro, um sopro de energia até o fim.
A batalha foi muito dura e eu sei disso, tu próprio assim o sentiste, sempre foste reservado em tudo, quantos sacrifícios foram feitos, no corpo, as marcas dessa luta titânica, no coração, a vontade de querer viver. Os amigos sempre deram forças a cada encontro, a alegria no rosto, os abraços fortes e calorosos, as histórias do passado que nos uniam e que tu bem sabias contar com aquele teu toque mágico de sabedoria e alegria.
Todos nós iremos algum dia, até lá, só resta a saudade de ti, das histórias contadas por ti e das tuas façanhas. Tu sempre estarás em minha memória assim como a pessoa que foste para mim, e para aqueles que contigo conviveram.
E assim como o Sol vem aos nossos dias, tu, José Pizarro, vieste em nossas vidas. Surgiu então a amizade, o companheirismo e, por fim, uma irmandade. Sei que certos momentos não voltam, que certas atitudes não se apagam. Guardamos os momentos em nossa mente; as atitudes, meu brother, essas carregaremos em nossos corações.... Amigo irmão, companheiro de caminhada, meu colega, um dia se Deus quiser nos juntaremos a ti, mas, até lá, vamos ficar lutando com a saudade... Desculpa se um dia te ofendi, mas, enfim, saiba que amizade como a tua foi um aprendizado e, assim como o Sol nasce, tu surgiste e assim ficaste poente até te pôres em nossas vidas, mas a tua trajetória foi feita, tu iluminaste por onde passaste... Vai com Deus, meu Camarada! Saudades 1000!
Este tributo foi publicado por Marco Pereira em 8 de janeiro de 2024
Meu cota Zeca, que Deus te proteja e que conforte os corações da tua família neste momento tão triste. Os meus sentimentos.
Este tributo foi publicado por RODINO VIEIRA SANGUEVE em 8 de janeiro de 2024
Sr Zeca,por mim foste um pai me ensinou muitas coisas.
Mais era pra dar essa surpresa sr Zeca.
Nos que conversamos todos os dias tínhamos planeado muita coisa para próxima ano. Já comprei os vasos as 4 para levar no mussulo agora assim meus Deus..
Não sei como chorar, afinal esse foi o teu plano pra nós deixar.
Não não não sr Zeca dizia quero ver qual trabalho que você anda fazer agora assim aiii aiiii Deus tinha misericórdia de nós
Este tributo foi publicado por Antónia Varela em 8 de janeiro de 2024
ZECA fomos amigos e colegas cerca de 35 anos.
Nos últimos dois anos após a nossa passagem a reforma tornamo-nos mais próximos, caminhavamos todos os dias, tu eras extremamente disciplinado, ensinaste-me que a vida é um desafio diário.
Bom contador de histórias da vida real e um amigo fiel.
As tuas ultimas palavras para mim foram"Varox não fiques sozinha, na nossa idade precisamos sempre de ter alguem, os filhos vão e temos de continuar" só não me disseste que já não serias o meu companheiro de caminhadas, a tua gargalhada ainda ecoa nos meus ouvidos, descansa em paz meu amigo.
Este tributo foi publicado por Sónia Abreu em 8 de janeiro de 2024
Primo Zeca,
“Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós”.

Agradeço a Deus por ter feito parte da tua vida, tive o privilégio de ter convivido contigo, pessoa de trato fácil, sorriso rasgado, exímio bailarino e com uma vontade incrível de viver.

Guardo na minha memória os momentos que vivemos no mussulo, e os teus famosos brindes com a mão direita no coração, vais deixar muitas saudades Primo Zeca, e obrigada por toda a tua amizade e carinho.

Aos teus Pais, Esposa, Filhos e Netos os meus profundos sentimentos de pesar.

Descansa em Paz meu Primo

Este tributo foi publicado por Maura Faial em 8 de janeiro de 2024
Nunca esperei poder escrever algo do género para ti Zeca, ninguém esta preparado para perder alguém tão cedo,alguém com tanta vida,com tanta energia,sorriso fácil e de trato mais fácil ainda.Sempre me disseram que os Homens não se medem aos palmos e, tu foste a prova provada de que isso não era só um ditado,eras grande! Vais embora e nem consegui me despedir,não consegui vêr o teu sorriso maroto de quem acabou de aprontar alguma coisa, mas está tudo bem, eu conheci bem este sorisso e vai ficar na minha memória entre outros momentos de alegria, pois, tenho a certeza que é desta maneira que todos te lembrarão.Vamos continuar a fazer sorrir e a contar histórias por ti,e tenho a mais absoluta certeza que, no seio da tua família,o teu nome sempre se ouvirá e, estará sempre associado a sentimentos de alegria.vai em paz meu amigo,guardo-te no meu coração.
Este tributo foi publicado por Arminda Ferreira em 8 de janeiro de 2024
Zeca, nosso grande amigo.
Que triste notícia!
Não há palavras ou gestos capazes de aliviar tão grande dor...
Ainda há pouco tempo estavamos todos juntos e a vida parecia infinita. Hoje temos de lidar com uma separação e não tivemos chance de uma despedida.
O destino assim quiz e te levou, mas não apagou a pessoa incrível que sempre foste e que permanecerá viva em nossos corações .
Que Deus conceda alivio ao coração de toda a família por tão grande dor.
Que a tua alma descanse em paz.
Este tributo foi publicado por Anabela Almeida em 8 de janeiro de 2024
Meu amigo Zeca, o meu parente…..,
Palavras não existem para descrever o mix de sentimentos, de inconformismo, tristeza, lágrimas, com a tua partida tão prematura…,,.,
Não nos preparaste para isso, não é justo o que te estás a fazer connosco, e principalmente para a nossa Paula, os teus familiares e amigos…..
Oh Zequinha, quando vou voltar a ouvir a tua gargalhada contagiante, do homem que se dizia, “Secreto, secreto como lá polícia de Fidel”….,,e vinha a seguir uma gargalhada vibrante, que era impossível não rirmos na tua vibração…,,
Tristeza contigo, nunca, pois sempre
Inventavas alguma coisa para mudar o ambiente…..,
Oh tanta coisa mais, meu amigo pode ser dito, mas nos resta só aceitar a vontade de Deus do Criador, que tudo Pode, que tudo Sabe..,.,
Mas o nosso entendimento, é insuficiente para aceitarmos..,,,,
Lutaste um bom combate, amigo Zeca.
RIP
Este tributo foi publicado por Nelson Arrais em 8 de janeiro de 2024
Zeca sempre foste um irmão camarada, amigo dos seu amigos. Conhecemos- nos no bairro Azul apesar na nossa diferença de 3 anos de idade. Ja eu esta no comando de operações do Centro de Adidos e Recrutamento, quando eu e a minha equipa acompanhamo-vos para a Forca Aérea de Angola, foi comovido e arrepiante vendo tu e o meu irmão o LIBE " tio Campos terem que partir para o Ambriz para a vossa recruta militar. Os anos passaram voces voltaram e sempre foste a mesma pessoa em todos os momentos que convivemos, com aquele sorriso lindo de camarada. Não vou falar, só desejo que a tua alma descanse em paz.
R.I.P
Este tributo foi publicado por Anderson Santos em 8 de janeiro de 2024
José Pizarro Jr, Zeca, kota Pi, sempre foi um tio muito alegre, batalhador, profissional exemplar e fonte de inspiração para os mais jovens.
Desde cedo vi em ti qualidades que queria herdar para mim como profissional e como pessoa, já me disseste algumas vezes “exercer a profissão com brio e dedicação”.
Sempre foi uma pessoa disposta a ajudar os outros, não há palavras para expressar a gratidão que tenho por ti.
Neste momento de muita dor e consternação os meus verdadeiros sentimentos de pesar a todos os familiares e amigos.
Uma grande perda
Anderson Santos
Este tributo foi publicado por Tánia Ferrão em 8 de janeiro de 2024
Zeca,
A tua boa energia contagiante e os momentos inesquecíveis que passamos no Mussulo serão para sempre lembrados. Os brindes, com a mão no coração, ecoam como um símbolo da tua alegria e muito boa disposição.Mauro Cesar manda um grande beijo e se pergunta como estão os avós no céu?os zecas e agora o outro avô Zeca?Mussulo nunca mais será o mesmo! É com muita tristeza que escrevo:descansa em paz.
Tânia Ferrão Martins.
Este tributo foi publicado por Areusa Ribeiro em 8 de janeiro de 2024
Palavras não tenho para expressar o tamanho da minha tristeza pela tua partida para o céu.
Ficará sempre em nossas memórias os bons momentos de muita alegria e diversão de quem teve o previlégio de compartilhar contigo esses momentos.
Que Deus receba a tua alma em descanso e que repouses em paz eternamente junto dele.
Este tributo foi publicado por Orlando Catoquessa em 8 de janeiro de 2024
Comandante Zeca Pizzarro, grande pessoa, amigo, companheiro, de coração aberto, deste oportunidades múltiplas a muitos de nós, abriste portas a muitos, é com muita dor e tristeza que escrevo este tributo pois deixas um vazio que jamais será ocupado. Grande Aviador, o seu legado na aviação angolana foi bem passado, e todos nós reconhecemos os teus grandes feitos por onde passaste. Um bem haja pela eternidade, e que o seu descanso seja de Paz ️ estarás sempre em nossa memória COMANDANTE PIZZARRO
Este tributo foi publicado por Katia Raquel Dos Santos em 7 de janeiro de 2024
Meu amigo,
Não está a ser fácil escrever isso.
Desde o dia que soube da tua partida que me caiem as lágrimas de forma involuntária, não as consigo travar... eras uma pessoa especial, pura, verdadeira, um amigo de verdade! Aliás, tu jáeras o meu parente. 
Guardo tão boas lembranças tuas, em nossa casa na vila Alice, onde sempre foste tão bem vindo, em vossa casa onde sempre me receberam com tanto carinho... oh Zeca, não era para ser assim!! Está muito difícil aceitar!!
Meu amigo que tinha Cuba no coração que tinha um carinho enorme pelos meus filhos. Olha, o teu "Mequinho" já é piloto!
Amigo, conselheiro, bailarino e grande animador onde quer que estivesse.
Todos os dias peço a Deus para que Ele te receba no Seu melhor lugar, de braços abertos e que consigas lá do céu dar consolo à nossa querida Paulinha, à tua família e amigos que tanto de amam.
Vai pela luz ✨️ e continua a brilhar lá no céu.
Serás sempre lembrado com muito carinho e admiração.
Sempre a considerar-te meu kamba.
K "de Katia"
Este tributo foi publicado por Walter Macedo em 8 de janeiro de 2024
Primo Zeca, como era tratado carinhosamente ou para muitos colegas de profissão era tratado como Comandante 'Usi-osso ' era o cara, boa gente, sempre amigo dos seus um grande irmão, um exemplo a seguir na sua maneira de ver vida e muitos e bons conselhos recebi deste meu e nosdo parente que todos o adoravam é respeitavam.
Estou sem palavras Zeca para exprimir a falta e saudades que vamos sentir tuas.
Não devias ter partido assim sem um adeus aos teus ente-queridos.
É muita dor nos nossos corações, escrevo estas palavras cheio de lagrimas, com muita dor, perder um amigo como tu está a ser muito muito difícil paea nós aceitar a tua partida para o além.
Imagino a nossa Paulinha a dor que carrega pela tua perda.
Só peço a Deus que te receba de braços abertos e que te aconchegue no seu coração.

Até sempre meu parente.

Nós teus amigos e parentes ter-te-emos sempre presente nos nossos corações e na nossa memória.

A minha vénia meu bom camarzda , até sempre

Waneco
Este tributo foi publicado por Fernanda Henriques em 7 de janeiro de 2024
Grande Amigo, Dele só tenho boas recordações e num mau momento da minha vida, foi dos poucos Amigos com quem pude contar. Ficarás Para Sempre No Meu Coração.
Grande KAMBA ♥️

Deixar um Tributo

 
Últimos Tributos
Este tributo foi publicado por Elisabette Pizarro em 25 de fevereiro de 2024
Oi Zeca meu irmao,
Q vazio deixaste no meio de nós...
Ainda nao acredito.!!!!
Sabes aqueles sonhos, q nao queremos acordar, q nao queremos despertar para a realidade da vida??
Ê esse sonho q ate hj me martiriza!
Eu queria tanto despertar desse sonho e acordar... Tu a chegares desse teu voo para a eternidade e dizeres: " Cheguei familia, estou aqui...Nao chorem...Estou aqui para vos proteger sempre!!!
Ai Zeca, eu queria tanto que fosse um sonho, q nao fosse realidade...
Zeca meu irmao, caminha na velocidade q sempre tiveste...
Continua a ser o grande mestre q sempre foste .Continua a ser esse grande mestre aì no reino do Céu infinito...!
Eu escrevi-te :" Deus dá as batalhas mais dificeis aos seus melhores soldados,... E tu ês um guerreiro"
....Continua a batalhar meu irmao, nosso mestre!!!
Continua a caminhar cm os Anjos da Guarda ao teu redor!!!
" BRILHA AÍ NO CÊU"♥️
Este tributo foi publicado por Paty R em 11 de janeiro de 2024
Ó primo Zequita

"Minha primaaaa,... dá cá um abraço que nunca mais te vi. Há quanto tempo?... isso não pode ser prima, temos q conviver mais por que o nosso maior tesouro são a família e os bons amigos". E nas sentadas lá estavas tu de sorriso rasgado a saudar e fazer festas para todos; a animar o salão com as tuas passadas; a contar estórias hilariantes numa boa cavaqueira. Eras sempre alegre e boa companhia.

E agora primo? Agora... adormeceste para o sono eterno: bazaste e não mais teremos a tua alegria contagiante nos nossos convívios. Para além de tristes e pesarosos, ficamos também mais pobres porque uma parte do nosso tesouro se foi para sempre. 

'Obrigada!' pelo alegre convívio e pelas lembranças que nos deixaste. Agora tristemente te digo adeus quando te levam para a tua última morada. Ao jardim do Éden chegaste, que Deus te ampare e conforte na vida eterna.

Descansa em paz primo Zequita.

Este tributo foi publicado por José Henriques em 10 de janeiro de 2024
A 5/01/24,uma parte de mim partiu para a eternidade,um exemplo de pessoa e um Kamba Fiel.Dói saber que não mais ouviremos as tuas piadas e risada contagiante.Mas a Amizade vai permanecer nas lembranças e nos nossos corações
Que Deus dê conforto,paz,força e consolo à família enlutada.
Até sempre Kamba irmão.
Zeca Mucubal.
Percurso

HOMENAGEM PÓSTUMA por Mauro Ricardo Pizarro

ELOGIO FÚNEBRE FAMÍLIA e FILHOS

ZECA PIZARRO


11 DE JANEIRO DE 2024


José Alfredo Pizarro Junior “Zeca”,    O Filho Varão de José Alfredo Pizarro  e de Maria Elisa Batalha Pizarro, nasceu em Luanda a 21 de Janeiro de 1959, sendo o 3° de 4 filhos, onde o antecedem 2 irmãs, Filomena Pizarro (Filó) a mais velha, Elizabeth Pizarro (Bety) a seguir e depois o irmão  mais novo Yuri Pizarro.



Iníciou os seus estudos primários em meados da década de 60, progredindo na sua trajectória estudantil até ao Ensino Médio onde frequentou o liceu Paulo Dias de Novaes, mais tarde Ngola Kiluange, entre 1974 e 1977.



 Tendo concluído os seus estudos e já com os canudos basilares da educação fundamental e Média, inicia a procura pelo seu primeiro emprego e em 1977 ingressa no Banco Comercial de Angola  - BCA (depois Banco Popular de Angola e Actualmente BPC), onde toma contacto com a realidade laboral com a sua genuína determinação e adaptabilidade, formatando-o como um Homem e não mais um adolescente, onde permanece até 1979.



Todavia, permanecia um sonho antigo, o de ser Piloto Aviador!



Em 1979, inicia a sua formação como Piloto Aviador na escola do Luena.



Determinado e disciplinado, rapidamente granjeou a simpatia e admiração dos seus instrutores de voo, tal era a dedicação e compromisso com a sua causa maior…”o sonho de tornar-se Piloto Aviador”



Até 1983, José alfredo Pizarro Júnior, enveredou pela carreira na Aviação dos transportes pesados e com 24 anos já era, nesta altura, piloto da Sonangol a voar a aeronave Fokker 27.



Foi então que, em 1984, é chamado ao cumprimento do serviço militar obrigatório, tendo ingressado nas Forças Armadas Angolanas, nomeadamente, nas FAPA/DAA/FAPLA, já como piloto da aeronave Fokker-27 da Sonangol Aeronáutica, onde fez a inspecçao militar básica (Recruta), no 4° Curso do Centro de Instrução de Soldados do Ambriz (CISA) e posteriormente destacado para  missões, nesta altura, como piloto da aeronave Antonov 26 (AN-26) com vários destacamentos durante o período conturbado das batalhas que a Pátria Angolana conheceu e viveu, onde tornou-se Comandante de bordo até á sua desmobilização.



Em 1988, ainda pela Sonangol Aeronáutica, segue rumo a Portugal, onde faz parte do primeiro grupo de estudantes aspirantes a Piloto de Linha Aérea (PLA), na escola de aviação AeroCondor em Tires.



Em 1990, regressa ás suas actividades profissionais na Sonangol Aeronáutica (Actualmente SonAir), ao Comando das aeronaves Fokker 27 e Fokker 50,  onde foi apontado igualmente, como instrutor de voo dos diferentes tipos de aeronaves que fizeram parte da evolução da sua carreira como Piloto Aviador, durante o seu brilhante percurso profissional nesta empresa.



Além das aeronaves mencionadas anteriormente, conquistou igualmente o patamar de Comandante das seguintes aeronaves:

-Boeing 727;

-Boeing 737;

-Família Airbus A318-320 ACJ;

-Falcon 7X



No direccionamento da sua carreira na SonAir como gestor, foi Director de Treinamento de voo e Pessoal Navegante de Asa-Fixa e posteriormente ocupou o cargo de Director de Operações de Voo de Asa-Fixa até ao ano da sua reforma em 2020.



Mas José Pizarro Junior, Zeca, não parou por aqui, tal era a sua paixão e entusiasmo pela Aviação.



Assim, em 2021, inicia actividades na Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) onde exerceu a função de Inspector de Operações de Voo até finais de 2023.



José Alfredo Pizarro Júnior faleceu a 05 de Janeiro de 2024, em Portugal, vítima de doença.



Deixa 1 (uma) viúva, Ana Paula Pereira Africano e (dois) filhos Mauro Ricardo Figueira Pizarro e Karim José Africano Assunção e  3 (três) Netos, Adriana Rola Pizarro, Luena Rola Pizarro e Gianni Castro Assunção.



Pai, endereço-te estas palavras não apenas em meu nome, mas em nome da nossa Família, em particular! Dos teus Pais (Meus Queridos Avós), Irmãs, Irmão,  Primos e Primas, Sobrinho e Sobrinhas.



A tua partida prematura deixa em nós um vazio enorme, pois eras o centro nefrálgico da nossa Família, o nosso Comandante…



Quase sempre, qualquer um de nós não dava passos em frente sem ter o teu conforto, a tua opinião, o teu direccionamento, o teu carinho, pois eras essa pessoa disponível para todos e igualmente preocupada! E agora o que faremos? Paira esta questão no ar e a dor nos nossos corações ainda não nos permite vislumbrar como será daqui para frente.



Habituaste-nos a conviver com a tua Disciplina, Seriedade, Sentido de Missão, mas sobretudo com essa Alegria contagiante que te era característica e impossível de ser replicada, tal era a autenticidade e espontaneidade do teu sorriso e das tuas gargalhadas que ainda ecoam nos nossos corações…também tinhas os teus momentos menos bons, como qualquer Ser que se digne humano,  momentos esses que rapidamente se  esvaneciam pelo surgimento de um momento ainda mais alegre.



Não vai ser o mesmo daqui para frente..



Tal era o entusiamo que nos envolvias quando contavas as tuas estórias que preenchiam os nossos momentos em família e em especial as mussuladas…quem as contará daqui em diante?! Certamente mais ninguém…eram tuas…e quando não fossem tuas tu davas o teu toque especial.



 Família e Amigos reuniam-se a tua volta…passavamos momentos extraordinários.



Não vai ser o mesmo daqui para frente..



Ver-te dançar com a tua esposa, a Paula, traduzia-se num momento mágico e admirado por todos….segundo a mesma, muitos comentavam: “vocês ensaiaram em casa”.



O mesmo acontecia quando dançavas com as tuas sobrinhas onde á mistura saíam umas gargalhadas…certamente já terias formulado uma “estiga”…ou uma nova alcunha ou comentado sobre algo hilariante.



Não vai ser o mesmo daqui para frente…



O que é certo é que marcaste as nossas vidas com um tónico de alegria e de nós isso jamais sairá,  haverá sempre a memória do quão grandioso tu foste e continuarás a ser…daqui em diante, agora em memória…e faremos questão de honrá-la….SEMPRE!



Foram tantas as viagens que fizeste nas tuas Missões que orgulhosamente te gabavas que tinhas dado a volta ao Mundo por 2 vezes…



Tanto Sacrifício, tanta dedicação, tanta ausência, para que pudesses dar-nos o mínimo de dignidade e educação.



O carinho que partilhavas com os teus Pais, meus Avós, era exemplar…sempre preocupado…sempre com eles… Sempre Com Amor…



Queria poder ter tido a oportunidade de fazer o mesmo contigo pelo Excelente exemplo vivo que tu foste para mim e para qualquer um de nós!



Oh Pai….Oh meu querido Pai…nesta luta a que foste acometido mostraste uma vez mais o quão valente, resiliente e batalhador tu eras!



Pela “Espinhosa Jornada” caminhaste e também nos deste tranquilidade sempre que possível!



Não questionamos os desígnios do Senhor nosso Criador, e para onde caminhas…nós vemos-te partir, certos de que do outro lado estará alguém para te acolher!



Meu Pai, vai e caminha devagar…



”Deixem-me ir devagar…nas calmas…nas calmas”…tal como disseste a mim e a tia Filó na véspera da tua derradeira partida.



Pois bem…VAI e segue firme… nessa caminhada…espalha a tua Luz e continua a tocar os corações conforme fizeste com os nossos!



Eu Amo-te, Nós Amamos-te…Descansa em Paz meu querido PAI!



Mauro Pizarro

11-01-2024



Histórias recentes
Partilhado por Amadeu Mauricio em 6 de fevereiro de 2024
Neste dia tão cerimonial,

em que a saudade o coração abraçou,

surge um brotar divinal

das flores na terra que o Zeca plantou.



Com mãos habilidosas e amor ardente,

ele semeou a esperança em cada semente,

cuidando com zelo deste jardim,

onde agora as flores reluzem sem fim.



Trinta dias se passaram desde a despedida,

no ápice da tristeza e da partida,

e hoje, na missa, como um sinal divino,

as flores brancas florescem como o seu destino.



O lírio branco, símbolo de pureza,

desponta radiante, numa beleza

que nos fala do Zeca, com amor e devoção,

no seu legado de vida e devoção.



Suas pétalas delicadas, como asas a voar,

lembram-nos que a morte não pode aprisionar,

que sua presença persiste, vibrante e serena,

como uma canção eterna.



Oh, Zeca, também jardineiro,

as tuas flores são um acalento verdadeiro,

um sinal de que o amor transcende a partida,

e que a tua alma em nós floresce e renascida.



Neste dia santo, na missa em devoção,

vemos as flores como uma benção,

um testemunho vivo de quem as plantou,

e do amor que em cada coração inspirou.



Que a lembrança das flores neste dia iluminado,

seja um abraço eterno, um legado abençoado,

e que o lírio branco, em sua magnificência,

nos traga paz e serenidade à nossa existência.



Zeca, amigo querido, és eterno nas nossas vidas,

as flores que brotam são provas benditas,

de que a tua memória e amor jamais partirão,

pois sempre florescerão no nosso coração.

Partilhado por Amadeu Mauricio em 6 de fevereiro de 2024
Esta planta é o lírio branco; zephyr zephyranthed, também, vulgarmente chamada Carapitaia
O Zeca mandou plantar no seu jardim...
As flores brotaram com esplendor na noite após a celebração da missa do 30º dia; justamente nesse dia.

Alcunhas

Partilhado por Amadeu Mauricio em 11 de janeiro de 2024
Ao nosso José Alfredo, Zeca, foram atribuídos outros nomes

José Alfredo, por ser o nome do pai

Zeca, por ser o comum diminutivo de José

Fácil entender

Mas também o chamaram Cigarro

Alguém explica? O Heleno? Velho amigo do Prenda...

E Zequitolas?

Dizem ter sido a tia Baglana quem deu esse nome

Foi? Tudo leva crer que sim, pois são os membros da família Palege, do Prenda, que o tratavam assim

Alguém explica?

E quem sabe de outros?

Bem, muitos sabes de outros, mas estes eram os que ele criava como alcunha para quase toda a gente...