In Memorium
As madeiras eram a paixão
fazendo a magia acontecer,
e na tulha, lá estava ao serão
e a coleção a crescer!

O rigor que na horta exigia
fazia-nos até perguntar,
porquê tudo à esquadria
se depois é para arrancar?

No feijão não era diferente
tudo bem alinhadinho,
temos isso bem presente
não é verdade, paizinho?

Adorava a companhia
da lareira a crepitar,
e por isso a acendia
para o frio suavizar!

A família muito prezava
sendo um bom anfitrião,
às vezes lá se baldava
a mais uma reunião!

A “Dita” foi o seu amor
as filhas a continuação,
por isso é enorme esta dor
que estremece o coração!

As netas eram um tesouro
que guardava com carinho,
valiam o preço do ouro
para o babado avozinho!

Com a chegada da Laurinha
o seu coração explodiu,
do céu vinha essa prendinha
e o avô … sorriu, sorriu!

Na estrada longa da vida
amigos colecionou,
e agora que está de partida
a emoção aqui reinou!

Mas tanta foi a história
recordada nestes dias,
mesmo sem dedicatória
trouxeram também alegrias!


O velório tem início às 10h00 do dia 07/05/2022 na Capela de Freixial - Bucelas e o funeral realiza-se dia 08/05/2022 pelas 11h00 para o Crematório da Póvoa de Santa Iria onde será cremado pelas 12h00.

Esta página de Homenagem foi criada para preservar a memória de Diamantino Alves da Silva.

Deixe as suas condolências ou alguma História que o enalteça.
Este tributo foi publicado por rute morgado em 6 de maio de 2022
Meu querido amigo e vizinho Dino...
Chega o fim do ciclo terreno, inicia-se o ciclo celestial. Tenho a certeza que vai para junto da nossa Laide. Sim, porque as estrelas brilham para continuar a olhar por todos os que ficam por cá. E porque o céu é também o lugar das pessoas especiais.
Obrigada pelo carinho, amor e amizade que dedicou a toda a nossa família. Por toda a ajuda que nos prestou nos momentos menos bons por que passámos. Obrigada por ter feito parte da nossa vida.
Um beijinho e até um dia
Este tributo foi publicado por Carlos Almeida em 6 de maio de 2022
O valor das coisas
não está no tempo
que elas duram,
mas na intensidade
com que acontecem.

Por isso existem
momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis
e pessoas incomparáveis.

Fernando Pessoa

Este tributo foi publicado por Carlos Almeida em 6 de maio de 2022

“Aqueles que passam por nós,
  não vão sós,
  não nos deixam sós.

  Deixam um pouco de si,
  levam um pouco de nós.”

        (Antoine de Saint-Exupéry)

Deixar um Tributo

 
Últimos Tributos
Este tributo foi publicado por rute morgado em 6 de maio de 2022
Meu querido amigo e vizinho Dino...
Chega o fim do ciclo terreno, inicia-se o ciclo celestial. Tenho a certeza que vai para junto da nossa Laide. Sim, porque as estrelas brilham para continuar a olhar por todos os que ficam por cá. E porque o céu é também o lugar das pessoas especiais.
Obrigada pelo carinho, amor e amizade que dedicou a toda a nossa família. Por toda a ajuda que nos prestou nos momentos menos bons por que passámos. Obrigada por ter feito parte da nossa vida.
Um beijinho e até um dia
Este tributo foi publicado por Carlos Almeida em 6 de maio de 2022
O valor das coisas
não está no tempo
que elas duram,
mas na intensidade
com que acontecem.

Por isso existem
momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis
e pessoas incomparáveis.

Fernando Pessoa

Este tributo foi publicado por Carlos Almeida em 6 de maio de 2022

“Aqueles que passam por nós,
  não vão sós,
  não nos deixam sós.

  Deixam um pouco de si,
  levam um pouco de nós.”

        (Antoine de Saint-Exupéry)

Histórias recentes

Partida e chegada

Partilhado por Judite Fiúza em 7 de maio de 2022
A partida e a separação são uma constante desta vida que vivemos em correria, mas não são o fim, apenas e tão somente uma passagem para uma outra vida, onde nos encontraremos e compreenderemos o porquê de tantos mistérios.